Anexos-Float

Reclamação Trabalhista – Vendedor – Assalto – Danos Morais

Modelo de petição / peça / reclamatória trabalhista / reclamação trabalhista / vendedor de cigarro / dispensa / justa causa / assalto / indenização / danos morais / danos extrapatrimoniais

Publicado em às 08:30 por Carlos Stoever em Petições Iniciais Trabalhistas. Fonte:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Ninguém votou ainda, vote agora!)
Loading...Loading...

0

Excelentíssimo (a) Senhor (a) Doutor (a) Juiz (a) do Trabalho
Vara do Trabalho de XXXXXXXXXXXXXX
Seção Judiciária do XXXXXXXXXXXXXX

XXXXXXXXXXXXXX, brasileiro, ESTADO CIVIL, PROFISSÃO, inscrito ao CPF sob nº. XXX.XXX.XXX-XX, e no RG nº. XXXXXXXXXX, domiciliado e residente à Rua XXXXXXXXXXXXXXX, nº. XXX, Bairro XXXXXXX, na cidade de XXXXXXXXXXXX–XX, vêm perante Vossa Excelência, por seus procuradores, ut instrumento de mandato anexo, propor a presente

RECLAMATÓRIA TRABALHISTA

em face de XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX Ltda., pessoa jurídica de direito privado, com sede à XXXXXXXX, XXX – na cidade de XXXXXXXX–XX, na pessoa de seus representantes legais, pelas razões de fato e de direito a seguir expostas:

DA RELAÇÃO DE EMPREGO

O Reclamante conforme se passará a expor, laborou junto à Empresa Reclamada, como consubstanciado em suas CTPS, mantendo com ela vínculo de emprego, conforme asseverado por toda a documentação trazida à colação.

Trecho exclusivo para Assinantes. Clique aqui e confira nossos planos!

DA DISPENSA POR JUSTA CAUSA

Preliminarmente, cumpre esclarecer-se

Trecho exclusivo para Assinantes. Clique aqui e confira nossos planos!

Assim sendo, resta incontroverso que os valores pagos a título de remuneração ao Reclamante por ocasião de sua rescisão estariam totalmente errados, uma vez que, não foram consideradas, as verbas decorrentes do aviso-prévio indenizado, a multa dos 40%(quarenta inteiros por cento) do FGTS, bem como a liberação das guias de seguro-desemprego, verbas que, caso não possam ser adimplidas pelo INSS em decorrência do tempo, sejam indenizadas pela Empresa, tudo com reflexos em décimo terceiro, férias, 1/3 de férias, 13º proporcional, e demais verbas remuneratórias.

Por tal motivo, requer o Reclamante a prestação da tutela jurisdicional do Estado, com o intuito de ver-se devidamente amparado em suas pretensões.

DO DIREITO E DAS VERBAS DEVIDAS

Como já mencionado acima, entende o Reclamante que deva ser o contrato de trabalho considerado da seguinte forma:

Lapso Temporal – 

Trecho exclusivo para Assinantes. Clique aqui e confira nossos planos!

DOS DANOS MORAIS E EXTRAPATRIMONIAIS

Resta incontroverso na presente demanda, as situações absurdas às quais foi submetido o Reclamante diante das condições de tensão cotidianamente vividas no laboro diário de trabalho como vendedor da Reclamada.

Trecho exclusivo para Assinantes. Clique aqui e confira nossos planos!

Logo, pelo evidente dano moral provocado pela Reclamada, o Reclamante mostra-se merecedor do devido amparo jurisdicional, revelado através de uma indenização justa e condizente com toda a situação negativa a que foi submetido durante o pacto laboral, o que se requer desde já.

DOS PEDIDOS

Diante dos fatos e fundamentos expostos, REQUER o Reclamante:

Trecho exclusivo para Assinantes. Clique aqui e confira nossos planos!

REQUER por fim a condenação em honorários advocatícios nos termos dos arts. 82 ss. do CPC, considerando a novel interpretação jurisprudencial esposada pelo TST e TRT’s.

Dá-se à causa o valor aproximado de R$ 150.000,00 (Cento e cinquenta mil reais).

Termos em que pede e espera deferimento.

XXXXXXXXXX, XX de maio de 20XX.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
OAB/XX nº. XXX.XXX

ANEXO
O anexo desta página está disponível apenas para Assinantes. Clique aqui e confira nossos planos!

 



Tags:, , , , , , , ,

Carlos Stoever

Advogado. Especialista em Direito Público pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e MBA em Gestão de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Consultor de Empresas formado pela Função Getúlio Vargas. Palestrante na área de Licitações e Contratos Administrativos, em cursos abertos e in company. Consultor em Processos Licitatórios e na Gestão de Contratos Públicos. Posts by Carlos Stoever

Deixe um comentário

Atenção: este espaço é reservado para comentar o conteúdo acima publicado; não o utilize para formalizar consultas, tampouco para tirar dúvidas sobre acesso ao site, assinaturas, etc (para isso, clique aqui).

Você deve ser logado para postar um comentário.